Francisco Stockinger | Guerreiro | Escultura | Bronze | 30cm | 1976

R$5.900.00 R$4.980.00

Francisco Stockinger – “Guerreiro”
Linda escultura em bronze patinado em excelente estado de conservação.
MEDIDAS: 30cm H.
Data: Obra Executada em 1976.
Acompanha o Certificado de Autenticidade emitido pela Skultura Galeria de Arte em 1977.
FRETE GRÁTIS – BRASIL*

Quantidade:
REF: GP-E11006-1 Categoria: Tags: , , ,
Artista

Técnica

Dimensões

Assinatura

Data

Descrição/Detalhes

Francisco Stockinger – “Guerreiro”:
-Linda escultura confeccionada em bronze patinado em excelente estado de conservação.
-MEDIDAS: 30cm H.
-Data: Obra Executada em 1976.
-Acompanha o Certificado de Autenticidade emitido pela Skultura Galeria de Arte em 1977.

-BIOGRAFIA: Francisco Stockinger (Traun, Áustria, 1919 – BR, RS, Porto Alegre, 2009)
Escultor, gravador, desenhista, caricaturista, xilógrafo, professor.
Vem para o Brasil em 1921. Em 1929, Francisco Alexandre Stockinger fixou-se em São Paulo e fez curso de desenho com Anita Malfatti no Colégio Mackenzie. Em 1937, passa a viver no Rio de Janeiro e inicia estudos no Liceu de Artes e Ofícios do Rio de Janeiro em 1946. Trava contato com Bruno Giorgi, e freqüenta o ateliê do artista, no antigo hospício da Praia Vermelha, entre 1947 e 1950. Convive também com Oswaldo Goeldi, Marcelo Grassmann e Maria Leontina. Realiza caricaturas e charges políticas para jornais. Em 1954, transfere-se para Porto Alegre, para trabalhar na diagramação do jornal A Hora. Nesse período, começa a realizar xilogravuras. Em 1956, ano em que se naturaliza brasileiro, é eleito presidente da Associação Rio-Grandense de Artes Plásticas Francisco Lisboa, cargo que ocupa em 1957 e em 1978. É fundador e primeiro diretor do Atelier Livre da Prefeitura de Porto Alegre, em 1961, e diretor do Museu de Arte do Rio Grande do Sul Ado Malagoli – Margs e da Divisão de Artes do Departamento de Cultura da Secretaria de Educação e Cultura do Estado, em 1967. Ministra curso de escultura com modelo vivo com Vasco Prado, no Margs em 1985. Recebe, em 1994, o título de cidadão honorário de Porto Alegre e, em 1997, o prêmio do Ministério da Cultura na área de artes plásticas.

Fonte: FRANCISCO Stockinger. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural.