Francisco da Silva | Animais Fantásticos | Têmpera Sobre Tela | 38×44 cm | 1978 | Assinada

[Disponível] – FRANCISCO DA SILVA – “Animais Fantásticos”:
Técnica/Suporte: Têmpera Sobre Tela.
Medidas: 38 x 44 cm (medida total).
Data: 1978.
Assinatura: Assinado no CI-centro inferior.
Moldura: Com moldura de madeira de época.
Estado de conservação: Bom estado, com sujidades e perdas naturais de época.
Descrição/Detalhes: Raríssima obra do renomado artista, Acompanha Certificado de Autenticidade.
FRETE GRÁTIS – BRASIL*

Artista

Técnica

Dimensões

Assinatura

Data

Descrição/Detalhes

,

[Disponível] – FRANCISCO DA SILVA – “Animais Fantásticos”:
-Técnica/Suporte: Têmpera Sobre Tela.
-Medidas: 38 x 44 cm (medida total).
-Data: 1978.
-Assinatura: Assinado no CI-centro inferior.
-Moldura: Com moldura de madeira de época.
-Estado de conservação: Bom estado, com sujidades e perdas naturais de época.
-Descrição/Detalhes: Raríssima obra do renomado artista, Acompanha Certificado de Autenticidade.
FRETE GRÁTIS – BRASIL*
-ID | REF | SKU: GP-P21313

BIOGRAFIA: Francisco da Silva (Alto Tejo AC 1910 – Fortaleza CE 1985)
Pintor e desenhista.

Francisco Domingos da Silva, também chamado por “Chico da Silva” ou “Xico da Silva” começou a desenhar a carvão e giz sobre muros e paredes de casebres de pescadores por volta de 1937, em Fortaleza (Ceará). Na década de 40, sob o incentivo do crítico e pintor suíço Jean Pierre Chabloz, inicia-se na pintura à guache e juntamente com Chabloz, Antônio Bandeira e Inimá de Paula, expõe na Galeria Askanasy, no Rio de Janeiro, em 1945. Entre 1961 e 1963, trabalha no recém-criado Museu de Arte da UFCE. Depois de permanecer quatro anos internado em um hospital psiquiátrico, volta a pintar em 1981.

Críticas
“Mantém aquelas visões e figuras procedentes da fabulação popular amazônica, alteradas por prodigiosa imaginação. É o intérprete de uma mitologia diluída na tradição oral de uma região imensa que somente ele fixou e refletiu. Certamente acrescenta imaginária subjetiva, tomada dos conflitos de sua alma rude (…). Outro aspecto relevante (…) é a qualidade plástica como composição bem ordenada e construída, valorizando os elementos decorativos da arte folclórica. O grafismo, a trama do desenho, a policromia e o enriquecimento detalhista são características marcantes “.
Clarival Valadares
PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Apresentação de Antônio Houaiss. Textos de Mário Barata et al. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1969.

“O grande Chico da Silva foi aquele que, soltando magicamente a sua vivência amazônica, pôs na pintura um mundo povoado de narrativas arquetípicas, oriundas da tradição oral e de suas antenas instintivas para o inconsciente coletivo. Nesse mundo, o predomínio coube a uma fauna agressiva e fantástica, com pássaros, dragões, peixes, aranhas e outros animais menos reconhecíveis se entredevorando, quase sempre em meio a um mar primevo. Tensão de mandala e alegria decorativa ali sabiam ajustar-se às mil maravilhas”.
Roberto Pontual
PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Prefácio de Gilberto Allard Chateaubriand e Antônio Houaiss. Apresentação de M. F. do Nascimento Brito. Rio de Janeiro: Jornal do Brasil, 1987.

“(…) Partindo do arcaísmo mais puro, o pintor da praia tornava-se clássico, barroco, impressionista, e enfim moderno e até mesmo surrealista, se posso usar tais nomenclaturas a propósito de uma arte tão espontânea e que sempre permaneceu essencialmente primitiva, apesar das oscilações (…)”.
Jean Pierre Chabloz
CHICO da Silva: do delírio ao dilúvio = from delirium to diluvium. trad. Tradução de Lincoln Machado e Michael R. Eastmam. Texto de Roberto Galvão. Fortaleza: Espaço Cultural do Palácio da Abolição, 1990.

Fonte: FRANCISCO D. da Silva. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileira. São Paulo: Itaú Cultural, 2022. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa587162/francisco-d-da-silva.
Tags: Óleo sobre tela, desenho, técnica mista, paisagem, gravura, serigrafia, litografia, composição, galeria paulista, obra de arte, papel assinado

Open chat
1
Posso te ajudar?